O que pode causar Prostatite? 

A próstata é uma glândula masculina, localizada abaixo da bexiga, na frente do reto, envolvendo a parte superior da uretra, que é o canal por onde passa a urina.

Ainda alvo de dúvida, na verdade, a próstata não é responsável nem pela ereção e nem pelo orgasmo, ou seja, sua única função é produzir um líquido que compõe parte do sêmen. Embora em homens mais jovens, a próstata seja do  tamanho de uma ameixa, o seu tamanho aumenta com o passar dos anos.

Hoje muito se tem falado de câncer na próstata, mas outros problemas, também bem desconfortáveis, podem acometer essa glândula, como a prostatite, por exemplo.

O que é Prostatite

Prostatite nada mais é do que uma inflamação da próstata, sendo a forma mais comum a chamada prostatite bacteriana aguda.

  • Prostatite aguda – é a inflamação súbita da próstata, geralmente, causada por bactérias e vem acompanhada de febre, aumento do volume e temperatura da próstata, que pode resultar até em formação de abcessos e retenção urinária aguda.
  • Prostatite crónica – é uma inflamação relacionada ao aumento do número das células inflamatórias no tecido prostático, podendo, ou não, estar associado à presença de bactérias ou outros microoganismos. Os sintomas costumam ser mais brandos, como um desconforto pélvico, sensação de peso sobre a região púbica, desconforto perineal, necessidade urgente de urinar.

Causas da Prostatite

A causa exata da prostatite não é sabida, mas muitos são os fatores que podem provocar o problema, dentre eles os seguintes:

  • obstrução provocada pelo próprio crescimento benigno da próstata;
  • uso de cateteres urinários em pacientes que apresentam retenção de urina ou que estejam internados;
  • relações sexuais com penetração anal sem a proteção do preservativo.

Sintomas

Geralmente, aparecendo subitamente, seus sintomas podem ocorrer pelo corpo todo, desde febre, calafrios, mal-estar, sensação de fraqueza e dores, e logo em seguida aparecendo as manifestações específicas do trato urinário, como vontade incontrolável de urinar,  dor e ardência ao urinar, frequência urinária aumentada  e desconforto na região da bexiga.

Em alguns casos, pode aparecer, também, náuseas e vômitos e em determinados pacientes, o quadro pode se agravar ainda mais e até propiciar a septicemia, que é a infecção generalizada.

O fato é que ao inflamar a próstata incha e acaba dificultando a saída da urina da bexiga, já que a uretra, por onde a urina circula para chegar ao meio externo, passa por dentro da próstata.

No caso de homens que já apresentam um aumento do tamanho da próstata, também é comum ocorrer a retenção de urina.

Como é feito o diagnóstico

Quanto ao diagnóstico, ele quase sempre é feito por meio do histórico e da avaliação física do paciente, sendo o problema confirmado através de exames de sangue (hemograma e PSA) e de urina.

Como é o tratamento

Existem alguns tratamentos naturais preventivos, neste caso o preço do Renova Prost é bem acessível e como é um dos mais eficientes, acaba sendo a melhor opção no tratamento para prevenção.

O tratamento da prostatite em si é realizado por meio de antibióticos, que devem ser usados entre três a quatro semanas.

Por ser muito baixo o alcance dos antibióticos na próstata, o medicamento é sempre mantido por tempo prolongado.

Na maioria das vezes, a prostatite pode ser tratada ambulatoriamente, com antibióticos de uso oral, já em casos mais graves, onde há a presença de febre alta ou persistente, pressão baixa, então, é necessário uma internação hospitalar, para a administração de medicação na veia.

Prostatite X Câncer de Próstata

Apesar de todo desconforto causado pela prostatite, é preciso deixar claro que quem sofre com prostatite não tem risco elevado para câncer de próstata. Na verdade, uma doença não tem nada a ver com a outra, são duas doenças bem diferentes.

Enquanto a prostatite é um problema benigno e, após ser tratada adequadamente, não deixa sequelas, o câncer é um problema que precisa ser detectado o mais rápido possível, para o devido tratamento.

Porém, em ambos os casos, quanto antes o problema for detectado e controlado, melhores são as chances de cura e de tratamento.

Leave a Reply